40 Anos

Fundada em 1975 por um grupo de gaienses amigos da Cultura e da sua terra. Desde então tem desenvolvido uma importantíssima tarefa na divulgação do Património Artístico, Histórico e Cultural de Vila Nova de Gaia.

Medalha de Mérito Municipal

Distinguida com a Medalha de Mérito Municipal – Classe Ouro, pela edilidade gaiense, em 05/06/1995.

Instituição de Utilidade Pública

Tão profícua tem sido a sua ação em prol da Cultura e do Concelho de Vila Nova de Gaia, que foi declarada pelo Governo em 22/01/1983,: Instituição de Utilidade Pública.

Casa-Oficina Oliveira Ferreira

Últimas notícias

Conferência “Eutanásia”

Mau grado a infausta situação de confinamento compulsivo a que a “sars-cov-2” nos conduziu e tanto nos limita quanto a atividades, o certo é que não nos damos ao luxo de parar de todo e assim numa colaboração com o Arquivo Municipal Sophia de Mello Breyner, realizamos a conferência no passado dia 17 de julho com o inestimável concurso do nosso Associado (ex-Presidente da nossa Assembleia Geral, aliás) o Sr. Dr. Juiz Conselheiro José Pereira da Graça.   De uma forma muito objetiva o nosso orador esclareceu as cerca de duas dezenas de associados presentes sobre um tema tão fraturante da […]

Vista à Fundação Eça de Queiroz e Mosteiro de Santo André de Ancede

No dia 10 de julho saímos em direção ao concelho de Baião, mais propriamente para Santa Cruz do Douro e Ancede. O período da manhã ocupámo-lo na visita à Casa de Tormes, uma pitoresca propriedade perdida nas encostas do Douro, cuja casa alberga uma grande parte do espólio pessoal de Eça de Queiroz, trazido de Neully, onde faleceu, além de alguns objetos citados na sua obra A Cidade e as Serras, como a cadeira de Jacinto ou a mesa onde comeu a canja de galinha com fígado e moelas, o arroz de favas e a galinha dourada. Depois de um […]

Almoço Convívio dos Santos Populares

Foram apenas 14 os AMIGOS DE GAIA a aderir a esta iniciativa de simples e amena confraternização levada a efeito para reatamento do que já se considerava uma tradição que, porém, a indesejável intromissão da “sars–covid-19” obrigara a suspender indesejavelmente. Soube muito bem e, todos o reconheceram, além de um excelente almoço de pendor claramente tradicional e muito bem servido, todo ele num ambiente de beleza e de conforto, viveu-se um bom par de horas de puro convívio e de reforço de laços de amizade de grata recordação. Artur Lopes Cardoso 3.julho.2021

See all our news

O que temos em agenda.